Comunidade dos surdos: Igreja em saída

Papa Francisco de joelhos diante do ostensório. Um objeto de metal, em forma de sol com raios. Dentro há um Círculo em que se coloca a hóstia consagrada.
Um dia de Adoração diante do Senhor!
8 de março de 2018
Entrevista com a Coordenação da Pastoral do Cego na Igreja Nossa Senhora da Glória - Largo do Machado - Rio de Janeiro
Pastoral do Cego divulga seu Projeto de Evangelização na Rede Vida
20 de março de 2018

Comunidade dos surdos: Igreja em saída

Foto das Comunidades de surdos com os intérpretes no dia 11 de março de 2018, na Igreja São Francisco Xavier - Tijuca. Mais de 50 pessoas em pé em frente ao altar principal.

Foto das Comunidades de surdos com os intérpretes no dia 11 de março de 2018, na Igreja São Francisco Xavier - Tijuca

No Ano dos Leigos e Leigas, a pastoral do surdo da Arquidiocese do Rio de Janeiro intensifica a sua Missão: evangelizar! Foi o que aconteceu no domingo passado: mais de 50 surdos participaram desde bem cedo na Paróquia São Francisco Xavier, Tijuca,  com a partilha do café da manhã e logo em seguida a reflexão sobre as tipologias de violência na sociedade brasileira. Toda a preparação foi feita pela coordenadora local, Marlene e pela outra coordenadora local da Arquidiocese de Niterói, Ana Maria.

Ambas confeccionaram em forma de um terço os 10 tipos que violência que mais atinge o cidadão brasileiro. Após o aprofundamento, se concluiu que é preciso buscar ações para superar essa quadro alarmante de dor e morte. Pequenos gestos podem e ajudam as relações familiares, no mundo do trabalho, da escola e nas ruas. A presença do pároco, Padre José Li foi importante para sustentar a caminhada da pastoral do surdo. Muito obrigado. Presença de diversos intérpretes das Comunidades presentes: Niterói, Méier, Penha, Pavuna, Nova Iguaçu, Jacarepaguá e Lagoa. 

Próximo encontro das Comunidades dos surdos: Missa de Ramos, na Catedral de São Sebastião: 8:30 h 

Janise, uma das Coordenadoras do Regional Leste 1 incentiva a todos a participarem da Vida da Igreja.

Janise, uma das Coordenadoras do Regional Leste 1 incentiva a todos a participarem da Vida da Igreja.

Ana Maria e colegas preparando o salão antes da Palestra.

Ana Maria e colegas preparando o salão antes da Palestra.

Marlene, Coordenadora Local da tijuca com Ana Maria de Niterói apresentando o tema da Campanha da Fraternidade de 2018.

Marlene, Coordenadora Local da Tijuca com Ana Maria de Niterói apresentando o tema da Campanha da Fraternidade de 2018.

Grupo após o aprofundamento da Missão do surdo na sociedade. Presença do Padre Li, pároco.

Grupo após o aprofundamento da Missão do surdo na sociedade. Presença do Padre Li, pároco.

Outro momento da reflexão sobre a Violência. Observe o terço com os tipos de Violência. Maria, mãe da Igreja caminha conosco.

Outro momento da reflexão sobre a Violência. Observe o terço com os tipos de Violência. Maria, mãe da Igreja caminha conosco.

Trabalho feito pelas surdas Marlene e Ana Maria. Usaram para apresentar o tema da CF 2018. Em forma de terço, com as contas contendo escrito o tipo de violência. São 10 tipos apresentados.

Trabalho feito pelas surdas Marlene e Ana Maria. Usaram para apresentar o tema da CF 2018.

Salão Paroquial com a Reflexão sobre a Campanha da Fraternidade 2018.

Salão Paroquial com a Reflexão sobre a Campanha da Fraternidade 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *