Pastoral do Surdo celebra 37 anos de fundação na Arquidiocese do Rio de Janeiro

IMG_20180908_115542704
Peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida da Pastoral do Surdo
9 de setembro de 2018
WhatsApp-Image-2017-09-21-at-12.49.29
21 de setembro – Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência
18 de setembro de 2018

Pastoral do Surdo celebra 37 anos de fundação na Arquidiocese do Rio de Janeiro

IMG-20180829-WA0038

No dia 12 de setembro de 1981, um grupo de 7 jovens estudantes do INES (Instituo Nacional de Educação dos Surdos) decidiu iniciar uma atividade religiosa com os surdos na Igreja Cristo Redentor em Laranjeiras. Logo mais tarde, com o apoio do saudoso Monsenhor Vicente Penido Burnier, os surdos começaram a se reunir na Igreja Imaculado Conceição na Praia de Botafogo. Nos anos 90, o grupo contava com o apoio da saudosa  professora Orquidea Bahia, os surdos contavam com o o apoio do saudoso Padre Eugênio Oastes, redentorista. Nos anos seguintes havia necessidade que outros surdos de outros bairros conhecessem melhor o Evangelho e comunidades foram surgindo. Atualmente na Arquidiocese do Rio são as seguintes: Igreja Nossa Senhora de Copacabana, Igreja Santa Margarida Maria da Lagoa, Igreja Coração de Maria do Méier, Igreja São João Bosco do Riachuelo, Igreja Nossa Senhora de Fátima do Pechincha, Igreja Nossa Senhora do Desterro de Campo Grande, Igreja São Francisco Xavier da Tijuca, Igreja de Santo Antonio da Pavuna e Igreja Bom Jesus na Penha. Atualmente há uma coordenação regional do Leste 1 composta por 4 surdos e 4 intérpretes. Há um diácono assistente que acompanha as atividades religiosas e um bispo animador na Arquidiocese, Dom Joel Portella.

No dia 30 de setembro as comunidades do Rio celebrarão 37 anos de caminhada na Igreja. Convidamos todos que rezem por essa bonita obra de evangelização. Contamos com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *