1ª Festa de Maria do Ano Novo: Solenidade de Santa Maria

Ana Maria faz o discurso para começar o Amigo Oculto. Dia 10 de dezembro em Niterói.
Natal chegou para os Surdos de Niterói
13 de dezembro de 2017
Linda imagem de Maria, de manto branco com flores brancas em volta da image, Papa Francisco de pé reza em silêncio.
Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Paz (1º de janeiro)
29 de dezembro de 2017

1ª Festa de Maria do Ano Novo: Solenidade de Santa Maria

Ícone de Maria, Mãe de Deus

Ícone de Maria, Mãe de Deus

No Dia Universal da Paz (1 de janeiro) o calendário dos santos se abre com a festa de Maria Santíssima no ministério de sua Maternidade Divina. Primeira festa mariana que apareceu na Igreja ocidental, a festa de Maria Santíssima, substituiu o costume pagão das dádivas e começou a ser celebrada em Roma, no século IV. Concebido pelo Espírito Santo, Jesus o filho de Maria veio ao mundo para trazer redenção e lembrar o amor incondicional de Deus por todos nós. Maria é a “mãe Virgem”, “Filha de seu Filho” e ideal sublime de humildade. Ao assumir a missão divina que lhe foi confiada, Maria sabia que também teria seu calvário, enquanto mãe daquele que morreria para salvar toda a humanidade. Em tempos difíceis de angústia, Maria, Mãe de Jesus e de todos nós, está sempre pronta para nos ajudar. Não se pode aceitar o filho sem aceitar a mãe. No evangelho de São Lucas (6,43) Jesus nos esclarece: “Uma árvore boa não dá frutos maus, uma árvore má não dá bom fruto”. O Fruto de Maria é Jesus, sendo assim ela trouxe o Salvador ao Mundo em seu ventre abençoado. Deus se faz carne por meio de Maria. Ela é o elo de união entre o Céu e a Terra! Esta data é considerada Oitavas de Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo. Simboliza o mistério da encarnação que fez com que a Virgem Maria se tornasse a “Mãe de Deus”. Fonte – Blog Nossa Sagrada Família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *